6 Comments
May 22Liked by Valter Nascimento

me lembrei do que vem ocorrendo com a Laerte e a ânsia do público em "entender" a tirinha, ou então a dificuldade em contemplar aquilo sem entender mesmo, esperando por uma explicação, uma interpretação que cabe a outro e não também a nós como parte do processo da arte

Expand full comment
May 22Liked by Valter Nascimento

Acho (só acho) que o legal é pensar justamente a "neutralidade" que não existe. Interessantes as considerações Valter, eu queria poder te chamar pra um papo no buteco pra gente fruir mais essa temática. Acho (de novo, só acho) que camadas que reivindicam suas vozes, geralmente são vozes que por muitos tempos não tinham permissão de existir. E as histórias que não puderam ser contadas? Quando vc reivindica um "não sentido" tbm não se entende esse sentido de alguma forma, não coloca ele justamente dentro de um sentido? Concordo, "arte não está aqui pra resolver nada", mas ao mesmo tempo ela é a resolução de muitas angústias internas. E, ainda bem que temos ela, nem sei i que seria de mim se não pudesse escrever. Enfim, em missão de paz aqui, um grande abraço. Adoro ler sua news!

Expand full comment
May 22Liked by Valter Nascimento

Ideias muito interessantes, Valter. Lendo seu texto, parei para refletir e me parece que nos tempos de hoje se criou um nicho de "alta cultura" envolto na defesa de determinadas pautas contemporâneas. São pautas importantes, claro, mas que não cabem à literatura sua reparação. A arte pode conscientizar, mas acima de tudo deve expressar.

Expand full comment